quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Em vão viver

Eu vejo pessoas ao meu redor
Com a expressão do desespero
Maldizendo os agouros
Reclamando destemperos


As pessoas estão geladas
Não cabendo em sim mesmos
São pessoas magoadas
São apenas vão mancebos


Eu me sinto tão perdido
Navegando os meus caminhos
Entre sonhos e venturas
mal logrando os descaminhos


É a vida que se segue
E é assim que há de ser
A tristeza me persegue
E eu tentando, em vão, viver

Nenhum comentário: