quinta-feira, 7 de julho de 2011

Versos em vão

E quem diria, eu sentindo isso de novo?
E sabendo que é só porque não dá.
É só por não ser possível.

A dor ainda é a mesma, e ainda incomoda
Já foi mais forte, já deixei ser pior.
Mas ainda assim não foi embora.

Seja por sina, seja por qualquer motivo,
Ela sempre retorna.
Já não me é triste, nem surpreendente.

Sei como tratá-la, como fazê-la amena.
Mas preferia não senti-la, como a sinto agora.
Não senti-la pelo motivo que a sinto.

Eu não poso ter aquilo que quero, na hora em que desejo.
Assim me parece.