quarta-feira, 4 de janeiro de 2012

Bem vindo ao meu mundo

Quando se sentir cansado
De só querer amar
E o amor ao seu lado
Não querer ficar


E quando estiver gritando
Em busca de algo sem saber
E como estivesse sonhando
Saber o incrível gosto de ter


E quando parecer que só a tristeza lhe acompanha
E que tudo não se passa de ilusão
Que a vida é uma campanha
Sem rumo e sem direção


E quando de vazio encher o seu coração
E dentro dele só houver desilusão
Ou quando a noite se deitar
Sem saber porque, ou por quem, acordar


Quando só, você não basta
Só, você não serve
Só, você que quer
Só você, não dá


Saberá um pouco como eu vivo
Como eu passo dias, noites
Saberá o que eu quero
E por que me entrego a sina

Nenhum comentário: